Destaques

06/03/2017 15:00

Rui entrega Anel Viário que desafoga tráfego pesado em Candeias

O Anel Viário de Candeias e a rotatória que ligam as BAs 522 e 523, totalizando mais de oito quilômetros de pistas, foram inauguradas na manhã desta segunda-feira (6) pelo governador Rui Costa. Rui também assinou ordem de serviço para início das obras de contenção de encostas, entregou viaturas para sete municípios e autorizou licitações para recuperação da BA- 522 (trecho Entrocamento da BA 523/São Francisco do Conde, para ampliação da ponte que fica na mesma rodovia estadual. Acompanharam Rui os secretários estaduais de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, e de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto.

Para Rui, “as carretas pesadas, além de levarem riscos à população, desgastavam a cidade. Portanto, todas as carretas pesadas, com produtos químicos e perigosos, passam a trafegar por esse anel viário, e, com isso, a população se sente mais segura”, disse Rui, sobre a obra realizada pela Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra), em convênio com a Petrobras, que envolveu um investimento superior a R$ 24 milhões e deve beneficiar cerca de 175 mil pessoas que vivem, trabalham e circulam pela região.

Segundo o secretário da Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, a entrega foi apenas da primeira etapa do anel viário. “Ainda vamos realizar a segunda etapa. Temos também intervenções que o governador autorizou hoje e serão realizadas na BA-522, além de outro estudo de acesso às empresas transportadoras de combustível. São vários investimentos que estão sendo realizados na região metropolitana de Salvador, como a Via Expressa de Lauro de Freitas, que estamos concluindo, a Via Atlântica que liga a Cetrel a Camaçari, e vamos também autorizar a recuperação da Cascalheira”.

Saneamento

Os R$ 50 milhões investidos na ampliação do sistema de esgotamento sanitário de Candeias terá repercussão na saúde. “Cada real investido em saneamento representa outros R$ 4 economizados na área de saúde. Isso é muito importante, o Governo do Estado está preocupado com o futuro para tornar a Bahia cada vez mais livre de doenças, com um saneamento forte e uma população saudável”, afirmou o secretário de Infraestrutura Hídrica, Cássio Peixoto. Com o investimento de quase R$ 50 milhões, foram implantados rede coletora com quase 177 mil metros, onze estações elevatórias, uma estação de tratamento e 4.129 ligações domiciliares.

Encostas

As encostas autorizadas vão levar mais segurança para os moradores das ruas Beco do Boi, no bairro Sarandy, Dom Pedro I, Santa Clara e Cajueiro, situadas no Centro, e da Rua Joana Angélica, no bairro Malembá. A dona de casa Claudete Caldas mora há 20 anos em uma região de encosta. “Sempre quando chove, cai barro, derruba casa, a água invade, e agora por último desceu um apartamento, que caiu sobre a nossa casa. Foi um desespero, uma correria. Agora, com a encosta, vai ser uma tranqüilidade para todo mundo que mora na rua”.


Repórter: Raul Rodrigues

Publicada às 11h
Atualizada às 15h

Áudio:

Vídeo:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.