Página Temática - Cidadão

10/03/2017 18:40

Voluntárias lançam projeto de qualificação de educadores infantis

O Projeto Mais Infância, lançado pelas Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA) nesta sexta-feira (10), vai promover a qualificação gratuita de professores e gestores de creches-escolas comunitárias de Salvador. O objetivo é aprimorar a formação de cerca de 400 profissionais, principalmente daqueles que atuam com crianças na faixa etária de zero a cinco anos. A iniciativa oferecerá aos profissionais cadastrados um curso presencial de reciclagem até o fim deste ano letivo.
No lançamento, em cerimônia na Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem), as autoridades e educadores foram recebidos com uma apresentação do coral Comunicanto. Durante o evento, a presidente das Voluntárias Sociais e primeira-dama do estado, Aline Peixoto, também recebeu homenagem dos alunos da creche-escola Mundo Infantil. Emocionada, ela destacou que o projeto é um sonho realizado.

"É sempre possível fazer algo de melhor para as pessoas e para o futuro. Esse é o objetivo desse projeto. Sozinhos, nós não podemos mudar a realidade das escolas e creches comunitárias, mas juntos conseguiremos mudar a realidade de muitas crianças da Bahia. Esse é um sonho especial, porque lidamos com o futuro da nossa cidade. Ele está nascendo hoje e os professores e educadores vão construir esse projeto junto conosco, junto com as Voluntárias. Que todos saiam daqui multiplicadores, principalmente multiplicadores de sonhos e de esperança", afirmou a presidente das VSBA.

Presente na cerimônia, o governador Rui Costa comentou sobre a experiência pessoal e a relação com as escolas comunitárias. "Tenho exemplo dentro de casa: a minha mãe, que, em vida, montou e manteve uma pequena creche com ajuda da comunidade. Esse é um papel muito importante. O apoio e o acolhimento das nossas crianças é fundamental, porque precisamos recuperar a participação das famílias e das comunidades na vida e no cuidado com as crianças. As creches comunitárias exercem uma função importante nesse sentido. A educação é o único instrumento capaz de transformar a vida das pessoas e apostamos nisso como uma forma de mudança e de melhoria social", ressaltou Rui.

Na plateia, gestores e professores de creches da capital comemoraram a iniciativa, que fortalece a educação na cidade ao passo que investe na qualificação dos educadores, como lembra a gestora do Clube de Mães Abelhas Mestres, de Cajazeiras XI, Vera Lúcia Ihlenfeldt. "O projeto é muito importante para toda a comunidade. É bom para as crianças e muito bom também para nós, profissionais, que precisamos nos reinventar cada vez mais. Nesse novo século, precisamos buscar novas informações e novas experiências".

Temáticas

A programação do curso foi organizada de modo a não interferir no funcionamento regular das creches. "Este projeto consiste numa formação pedagógica que vai durar todo o ano de 2017, sempre no segundo sábado de cada mês e com certificação emitida pelas Voluntárias Sociais da Bahia. Toda a formação é voltada para instrumentalizar o professor no trabalho em sala de aula, abordando diversas temáticas pedagógicas, a exemplo de metodologia, psicologia do desenvolvimento infantil, cuidado com a criança de zero a cinco anos e abordagem curricular", explica o diretor do centro de formação tecnológica das Voluntárias Sociais, Manoel Calazans.

O primeiro Encontro de Formação Pedagógica dos Professores de Creches Comunitárias ocorre já neste sábado (11). As creches que não se inscreveram e desejam encaminhar professores e gestores para a formação ainda podem fazer a adesão ao projeto. Basta entrar em contato com as Voluntárias Sociais da Bahia. Mais informações estão disponíveis pelo telefone (71) 3117-4904.

Repórter: Anna Larissa Falcão

Veja mais fotos aqui

Áudio:

Vídeo:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.