Destaques

19/05/2017 17:40

Papo de Inovação aproxima debate e tecnologia nas comunidades

Smartphones, conexão wi-fi e mídias sociais, dispositivos e tecnologias que antes só estavam disponíveis para as classes média e alta, começam a fazer parte do dia a dia das pessoas que moram nas comunidades mais carentes do país. A Secretaria da Ciência e Tecnologia (Secti) promoveu, nesta sexta-feira (19), a segunda edição do encontro ‘Papo de Inovação’, no Cine Teatro Solar Boa Vista, em Salvador, para debater o potencial do uso destas ferramentas e estimular a troca ideias entre jovens de bairros periféricos.

De acordo com o chefe de gabinete da Secti, Rodrigo Hita, o projeto tem como objetivo popularizar e dar acesso facilitado à produção de tecnologia aos jovens de comunidades mais pobres. “Eles só precisam receber uma oportunidade para desenvolverem conteúdos riquíssimos. A tecnologia naturalmente encanta os jovens, queremos levar isso para levar um debate para a periferia e para o interior do estado, democratizando esse conhecimento”.

Com o tema ‘Favela digital’, o evento reuniu artistas e ativistas para debaterem sobre o potencial do uso da tecnologia. Para um dos palestrantes, Preto Zezé, presidente da ONG Central Única das Favelas (Cufa), a conexão móvel abre portas que devem ser exploradas. “As possibilidades são enormes, para adquirir conhecimento e transferir ideias, produzir e compartilhar arte. É um campo muito aberto, um acesso fácil a conhecimento e informação. Sabendo usar a internet como ferramenta, os jovens podem colher resultados muito positivos”, afirma.

Para a estudante Victória de Fátima, de 19 anos, é importante aprender a usar as ferramentas disponíveis. “Para a minha geração, a internet faz parte de tudo o que fazemos, mas nem sempre é bem utilizada. Vejo as pessoas mais interessadas nas redes sociais. Por isso esse tipo de evento é importante, é uma maneira de estimular que a gente encontre maneiras mais produtivas de utilizar a internet, como fazer pesquisas”.
Tecnologia na comunidade

A primeira edição do ‘Papo de Inovação’ aconteceu em abril deste ano, onde a dinâmica do projeto foi apresentada. A ideia é que cada encontro tenha um ou dois temas para serem desenvolvidos entre os jovens e possíveis convidados. Serão debatidos assuntos dos mais variados, desde algoritmos das redes, os chamados Edge Ranking, até robótica e programação. A iniciativa serve para colocar os conhecimentos em uma linha de convergência.


Repórter: Tácio Santos

Veja mais fotos aqui
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.