Página Temática - Cidadão

23/10/2017 10:10

Ceasa Cidadã oferece serviços de saúde e cidadania

A Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic), autarquia da Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), realiza a segunda edição da Ceasa Cidadã, nesta quarta-feira (25), das 9 às 15h, na unidade da Central de Distribuição de Alimentos do Cia-Aeroporto. A feira tem o objetivo de conscientizar as comunidades locais sobre os riscos do trabalho infantil, além de garantir o acesso a serviços de saúde e cidadania.

O evento tem o apoio da Caravana da Justiça Social, da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado (SJDHS), que fará a emissão CPF, certidões, carteiras de identidade e de trabalho, passe livre, além de serviços do Procon. Como parte das ações de combate ao câncer de mama, promovidas durante o Outubro Rosa, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), estará presente no evento, oferecendo orientações e exames de mamografia. Outros serviços de saúde já confirmados são vacinas, distribuição de preservativos e orientação sobre os riscos do sexo sem proteção, aferição de pressão arterial e glicemia.

Com o tema ‘O Papel da Família no Combate ao Trabalho Infantil’, a edição deste ano terá a participação da Ronda Maria da Penha, para orientação sobre a violência doméstica e formas de combate e proteção. A ação específica tem o foco principal de atender à população feminina vulnerável que reside no entorno da Ceasa. Saiba mais no site da Sudic.

Jovem Aprendiz e Rede de Combate ao Trabalho Infantil


A Sudic passou a administrar a Ceasa em janeiro de 2016, e, desde então, tem enfrentado as dificuldades de combater a prática do trabalho infantil dentro do centro comercial, que conta hoje com cerca de mil permissionários ativos. Há pouco mais de um ano foi iniciado um trabalho de inclusão social e formalização profissional de jovens moradores do entorno, por meio de parcerias com instituições de ensino, empresários e órgãos municipais e estaduais.

O Programa Jovem Aprendiz da Ceasa, que atualmente possui 25 jovens matriculados em cursos de capacitação técnica específica, proporciona uma oportunidade no mercado de trabalho formal. Todos os alunos estão trabalhando sob o regime legal de jovem aprendiz, com aval e acompanhamento da Superintendência Regional do Trabalho, recebendo meio salário mínimo registrado em carteira de trabalho.

Eles dividem a carga horária matutina entre a formação técnica e a prática profissional, além de cumprirem o período escolar regular no turno oposto em unidade pública municipal ou estadual. Atualmente, o Ministério Público da Bahia coordena um grupo de trabalho responsável por atuar no combate ao trabalho infantil nas centrais de distribuição, do qual a Sudic faz parte. No dia 13 de novembro deste ano será assinado um termo de cooperação entre os agentes envolvidos, garantindo a continuidade das ações.

Fonte: Ascom/Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic)
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.