Página Temática - Cidadão

07/11/2017 13:20

Escola Parque recebe comunidade em evento de saúde e cidadania

Mais de duas mil pessoas que moram e circulam pela região do bairro da Caixa D’Água, em Salvador, formam o público atendido no Dia D da Saúde e Cidadania, que foi realizado nesta terça-feira (7), no Centro Educacional Carneiro Ribeiro, mais conhecido como Escola Parque. A unidade faz parte da rede estadual de ensino e é conhecida em todo o Brasil pela arrojada concepção pedagógica.

Está é a 12ª edição do evento, que é promovido anualmente e oferece diversos serviços de saúde e cidadania para a população, por meio de parceria com universidades e cursos técnicos da capital baiana. É o caso do Centro Estadual de Educação Profissional em Saúde Anísio Teixeira (Cepsat), que enviou alunos do curso técnico de Nutrição para prestar atendimento na iniciativa. “Quando os alunos vêm atender demandas reais da comunidade, eles têm um outro impacto, pois lidam com situações adversas, como filas e pessoas com diferentes problemas, forçando-os a usar o conhecimento para aplicar em pessoas que precisam de verdade”, descreve a professora Fabiana Dias.

A iniciativa visa, primordialmente, o bem-estar social e a construção de saberes de estudantes, por intermédio do envolvimento de ações de grande alcance social e que são pautadas em valores como a solidariedade e o exercício dos direitos e deveres dos cidadãos. Pensado pela equipe do Núcleo de Projetos Especiais da Escola Parque, “o Dia D da Saúde e Cidadania nasceu como a Semana da Saúde Bucal, mas foi notado que a demanda da comunidade ia além e a iniciativa foi ampliada”, como relembra a coordenadora Luciene Brandão.

Serviços

Além de orientação nutricional, integra a lista de ofertas, aferição de pressão arterial, teste de glicemia, serviços de saúde bucal, tipagem sanguínea e ações voltadas para educação no trânsito, noções de primeiros socorros, alimentação orgânica, plantas medicinais e degustação de chás. A aposentada Maria das Graças, 61 anos, sofre com a diabetes e hipertensão: “precisava atualizar meus exames e fazer isso aqui é melhor do que me deslocar muito para ir a um posto”.

O evento contou, ainda, com oficina de leitura e meditação e apresentações culturais e artísticas, protagonizadas por alunos do centro educacional, a exemplo de exibição de karatê e roda de chorinho.


Repórter: Renata Preza

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.