30/11/2018 - 19:58

Peças de artesanato mineral são comercializadas na Fenagro

O trabalho de artesãos baianos com pedras semipreciosas e preciosas está exposto e disponível para compra até o próximo domingo (2), na Feira Internacional de Agropecuária (Fenagro), no Parque de Exposições, em Salvador.

No stand da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) é possível encontrar diversas peças de artesanato mineral, como relógios, brincos, colares e esculturas. Todos os objetos foram produzidos a partir do aproveitamento de pequenos depósitos ou ocorrências minerais existentes nas regiões em que o Programa de Inclusão Social de Mineração (Prisma) foi implantado.

A iniciativa do Governo do Estado, viabilizada por meio da CBPM, já realizou mais de 200 convênios e beneficiou cerca de 10 mil pessoas, em especial no semiárido baiano. O Prisma oferece formação e treinamento de artesãos, além da implantação de unidades produtivas em municípios do interior do estado.

A artesã Elisabete Santana trabalha com a produção de peças e emprega mais sete familiares em sua fábrica que fica em Lauro de Freitas. Ela garante que o programa foi essencial para o sucesso do trabalho. “O Prisma foi o responsável pelo nosso sucesso nessa atividade. O Programa disponibilizou maquinários, matéria-prima para a confecção das peças e o treinamento para aprimorar ainda mais o nosso trabalho. É um suporte importantíssimo”.

As peças comercializadas na Fenagro variam entre R$ 5 e R$ 1 mil. A funcionária pública, Sahada Luedy, aproveitou a visita à Feira para fazer compras no stand da CBPM. “É uma oportunidade de comprar e conhecer produtos de outros territórios de identidade do estado. Fiquei encantada com as peças trabalhadas em pedras semipreciosas que encontrei aqui”.


Repórter: Jairo Gonçalves