Ouvidoria Geral reúne ouvidorias especializadas e apresenta balanço do primeiro semestre de 2015

16/07/2015

Em evento promovido pela Secretaria de Comunicação Social do Estado da Bahia (Secom), na manhã desta quinta-feira (16), no auditório da Assembleia Legislativa, no CAB, em Salvador, a Ouvidoria Geral do Estado (OGE) divulgou o balanço das atividades no primeiro semestre de 2015. De acordo com o órgão, neste período, foi registrado um total de 25.392 atendimentos. Foram 12.344 reclamações (48,61%), 6.595 solicitações de informação (25,97%), 2.945 denúncias (11,60%), 2.330 solicitações de serviços (9,18%), 956 elogios (3,76%), 209 sugestões (0,82%), 13 pedidos de recurso (0,06%). Para o ouvidor geral do Estado, Yulo Oiticica, a apresentação para ouvidores de órgãos, fundações e empresas estaduais tem importância para que o trabalho seja desenvolvido de forma integrada.

Ainda segundo a OGE, 47,10% dos registros são feitos via internet. Logo atrás, com 35,16%, está os atendimentos feitos por telefone. A aposta do Governo do Estado para melhorar o fluxo de informação no território baiano é justamente a convergência dos meios. Na oportunidade, foi apresentado o TAG Móbile, um aplicativo que já está funcionando e amplia as possibilidades de comunicação entre a população e a administração pública.

“O TAG já funcionava via web, mas através de navegador. O entanto, a tendência são as plataformas para dispositivos móveis. Onde o usuário estiver, por meio do celular, vai poder acessar o sistema, fazer reclamações, sugestões e elogios, consultar informações e completá-las. Também vai poder enviar fotos para ilustrar situações”, explicou o analista de sistemas da Secom, Carlos Junior.

O TAG Móbile já está disponível para a plataforma Android e, em breve, será lançado para outros sistemas operacionais. O download gratuito deve ser feito na loja virtual Google Play. “O sistema é inovador e possibilita servir melhor o cidadão. A Ouvidoria é uma importante ferramenta de gestão que terá mais um canal de comunicação para atender as necessidades da população de uma maneira mais completa. Pessoas que não têm acesso fácil a um computador, vão poder entrar em contato pelo celular”, afirmou a ouvidora da Secretaria Estadual da Administração (Saeb), Cassiana Mascarenhas.

 

Como entrar em contato

O acesso à Ouvidoria Geral do Estado pode ser feito de várias maneiras – pelo telefone, por meio do número 162; pela web, no portal do órgão, ou pelo aplicativo TAG Móbile em dispositivos móveis, como tablets e smartphones. Para quem preferir se dirigir ao órgão pessoalmente, o endereço é 3ª Avenida, nº 390, Plataforma IV, 2º andar, Sala 208, CAB.