Ilhéus sedia 2ª Reunião Descentralizada do CEAS e fortalece controle social nos territórios

10/06/2024

Representações da sociedade civil e do poder público de 70 municípios dos territórios baianos do Baixo Sul, Litoral Sul, Médio Sudoeste e Médio Rio de Contas, estiveram presentes, nesta segunda-feira (10), na 2ª Reunião Descentralizada do Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS), realizada em Ilhéus.

Com o intuito de fortalecer a ampliação da participação e as ações de proteção e controle social pela Bahia, a mobilização do colegiado vinculado à Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SEADES), congregou frentes estaduais, municipais e federal.

“Hoje, nós discutimos o fortalecimento das políticas públicas do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Este é um evento para melhor qualificar os conselheiros, isso agrega muito e traz contribuições positivas a serviço da população, sobretudo, para aqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade”, declarou o vice-presidente do CEAS, Rodrigo Alves.

Na ocasião, foram abordados temas sobre o controle social como espaço de participação democrática na construção da política pública, além de orientações para o exercício do controle social no processo de acompanhamento no SUAS. As discussões incluíram a importância da escuta dos usuários, do monitoramento, acompanhamento e avaliação, assim como a inclusão popular na elaboração de política pública.

Foto: Victor Marciel
Foto: Victor Maciel 

“Este é um momento importante de diálogo entre o colegiados estaduais e municipais. A equipe da Seades também se faz presente para colaborar com este encontro, sempre levando nosso lema de SUAS fortalecido e famílias protegidas”, destacou a superintendente adjunta de Assistência Social, Aline Araújo.

A programação da reunião descentralizada ainda contou com oficinas temáticas sobre a Secretaria Executiva: Estruturação, funcionamento e competências; o controle social e seu papel no acompanhamento da gestão orçamentaria e financeira da política de assistência social; além de certificações de entidades socioassistenciais.

Renilson Soares, presidente com Conselho Municipal de Assistência Social de Ilhéus, afirmou que “a reunião permite que se discuta as demandas, assim como a capacitação dos conselheiros”. Ele ainda explicou que “para que as políticas públicas sejam cada vez mais efetivas, é necessário ouvir quem está na base”.

“Fiquei muito agradecida pelo convite de ministrar uma das oficinas. Esta é mais uma oportunidade do Governo Federal para poder debater, escutar e ter um contato direto com as pessoas que estão na ponta”, pontuou a coordenadora de Certificação das Entidades de Assistência Social, do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), Kamilla Santos.

Também compuseram a mesa de abertura do evento, o capitão Silvio, do Comando Regional de Bombeiros Militar da Bahia; Danyelle Pimentel, coordenadora do Centro de Referência à Inclusão Escolar; Leonardo Couto, da Defensoria Pública do Estado; Jadson Albano, presidente da Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia; Edvaldo Janes, do Colegiado de Desenvolvimento Territorial; Thaís Braga, da Secretaria Executiva do Conselho Nacional de Assistência Social, e Rubenilton Silva, secretário de Promoção Social de Ilhéus;

Os debates do CEAS em Ilhéus, terão continuidade nesta terça-feira (11). Os próximos municípios que sediarão os encontros ainda serão articulados entre os membros do colegiado.